Mundo News: Março 2014

Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de março de 2014

Chefes de segurança das seleções deverão responder a agentes brasileiros na Copa

Por Bruno Winckler - iG São Paulo | 06/03/2014 18:00

Conhecimento do País e facilidade de diálogo com órgãos públicos foram apontados como a razão para que os chefes de segurança das seleções não coordenem operações

A Fifa e o Comitê Local da Copa (COL) decidiram que os 32 chefes de seguranças das seleções que disputarão a Copa do Mundo serão brasileiros com experiência em coordenar operações de grandes eventos e serviços prestados ou à Polícia Militar ou ao Exército Brasileiro. Para isso, "rebaixou" os chefes de seguranças que cada seleção tem e eles deverão responder a esses agentes brasileiros antes e durante a Copa do Mundo. 


Durante seminário de seleções em Florianópolis, há duas semanas, representantes das seleções tiraram dúvidas sobre segurança e algumas delas, como a Alemanha, por exemplo, indagaram se era possível ter como chefe de segurança da equipe alguém designado pela federação do país. A Fifa e o COL negaram. As 32 seleções terão um chefe de segurança específico. Todos eles brasileiros.  

Fonte: www.ig.com.br

Jovem morta na Rocinha foi vítima de estupro, diz Polícia Civil do Rio

Gleice Oliveira, de 18 anos, será enterrada às 16h.  Jovem foi encontrada nua e amarrada dentro do banheiro de um bar.

A jovem Francisca Gleiciane Oliveira da Silva, de 18 anos, encontrada morta na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, na quarta-feira (5), foi vítima de abuso sexual. A informação foi confirmada ao G1, nesta quinta-feira (6), pelo titular da Divisão de Homicídios, delegado Rivaldo Barbosa.Gleice, como era chamada, foi encontrada nua e amarrada dentro do banheiro de um bar na Estrada da Gávea, localizado na favela. Gleice estava desaparecida desde a noite de segunda-feira de carnaval (3), quando saiu para encontrar um amigo. Os dois iriam a uma casa noturna na Rocinha.
Fonte: www.g1.com